Dr. Celso Cunha, médico oftalmologista e consultor da HOYA Brasil comenta sobre a importância de investir em medidas como manter os ambientes arejados e mãos limpas, umidificar ambientes, além de investir em uma alimentação saudável e visitas periódicas ao oftalmologista

O início da primavera, estação mais florida do ano, acontece às 03h50 do dia 23 de setembro de 2023. Marcada por um período de cores e flores, a época acende um alerta para alguns cuidados necessários. Com a liberação do pólen de árvores e plantas, ficamos mais propícios aos aparecimentos de alergias e problemas oculares. Adicionalmente, pessoas que possuem outras doenças como asma, rinite e dermatites também precisam redobrar os cuidados nessa estação.

“É fundamental investir nos cuidados com a saúde ocular durante a primavera. Mantenha os ambientes arejados, as mãos limpas e umidifique ambientes. Vale lembrar ainda de proteger os olhos da exposição à luz solar e procurar um especialista sempre que necessário”, afirma o médico oftalmologista e consultor da HOYA Brasil – Dr. Celso Cunha.

Entre os principais problemas oculares que podem surgir durante a primavera, podemos destacar as alergias e coceiras nos olhos, causadas por pólen e outras substâncias, conjuntivites alérgicas, além da síndrome do olho seco, que contribui para a presença de vermelhidão, ardor e desconforto nos olhos.

Manter as mãos limpas e evitar coçar os olhos são algumas das práticas essenciais. Vale lembrar ainda de evitar substâncias ou produtos que possam causar alergias e garantir que os ambientes estejam arejados. Outra dica é a proteção dos olhos da exposição à luz solar e às partículas de poeira e pólen, características desse período.

Adicionalmente, cabe destacar que investir em uma alimentação saudável também pode prevenir várias doenças em órgãos vitais do corpo humano, incluindo os olhos. Por isso, a importância de consumir antioxidantes, que protegem contra os radicais livres, retardando o envelhecimento do cristalino. Vegetais de folhas verde-escuras também auxiliam a preservar os tecidos oculares dos danos causados pela luz solar e a reduzir o risco de alterações visuais relacionadas ao envelhecimento.

Outra dica é o consumo de vitaminas e nutrientes, que podem retardar a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI), doença que pode levar à cegueira. A água é o líquido essencial para a saúde, prevenindo a desidratação e reduzindo os sintomas de olho seco. Para garantir uma saúde ocular de qualidade, adote uma dieta balanceada e alimentos ricos em vitaminas A, E e Ômega 3, que contribuem na prevenção de problemas oculares.

Apesar das dicas apresentadas, é importante ressaltar que na presença de qualquer desconforto ou problema visual, é indicada a visita a um médico oftalmologista. O diagnóstico precoce de algumas doenças pode ser essencial para o tratamento e correções necessárias. “Os cuidados com a saúde ocular devem ser constantes, invista em exames preventivos e fique em dia com a sua visão”, conclui médico oftalmologista e consultor da HOYA Brasil – Dr. Celso Cunha.