*Por André Brandão

O setor de saúde está em constante evolução, com avanços tecnológicos e descobertas médicas ocorrendo a um ritmo acelerado. Assim, para que os profissionais da área, especialmente médicos, ofereçam o melhor tratamento possível para os pacientes, é essencial que se mantenham atualizados e informados sobre as últimas tendências do segmento. Com o surgimento de variantes de vírus como o SARS-CoV-2 e doenças ressurgentes como sarampo, tuberculose e sífilis, se torna ainda mais importante que especialistas estudem novas técnicas de diagnóstico, tratamentos e formas de prevenção.

Neste cenário, a tecnologia é uma ferramenta poderosa que pode ajudar os profissionais tanto a se manterem atualizados, fornecendo acesso rápido e fácil a informações, como contribuir com as atividades diárias que fazem parte da rotina dos atuantes da saúde. Isso reforça, portanto, a importância de estarem conectados com inovações tecnológicas, entendendo de forma detalhada como funcionam e como podem trazer diversos benefícios. Como exemplo, é possível citar a inteligência artificial, robôs e a telemedicina, tópicos que os médicos que não estudarem, ficarão para trás.

Assim, novos especialistas já devem desde cedo mergulhar no universo tecnológico, e os já experientes no mercado de trabalho, entender que precisam se adaptar à nova realidade; que as inovações não vão substituir o homem, mas executar aquelas funções que máquinas podem fazer de forma mais precisa e rápida, enquanto o ser humano traz o olhar que só ele tem.

Outro tópico é que de acordo com dados divulgados em fevereiro deste ano pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), o Brasil teve um salto, nos últimos anos, no número de médicos. Hoje, cerca de 545,4 mil profissionais estão atuando no País. Esse crescimento que deve continuar, traz impactos diretos para a carreira dos profissionais, pois instituições de saúde possuem limitações de vagas disponíveis, o que aumenta a concorrência.

Por este motivo, tanto a atualização como a adaptação às novas tecnologias não são apenas importantes para garantir que os médicos forneçam o melhor tratamento, mas também para contribuírem com a ascensão profissional. Aqueles que se mantiverem atualizados ganharão mais destaque e por consequência, serão mais bem-sucedidos. Além disso, médicos com conhecimento inovador também poderão atuar em outras pontas do setor de saúde, aproveitando outras oportunidades do mercado.

Neste contexto, planejar a carreira passa a ser fundamental, assim como aprender a organizar a agenda e a rotina em meio a tantas novidades. Por isso, cursos, webinars, eventos e demais formas de aprendizado sobre atuação diária, são essenciais para aqueles que querem alcançar o sucesso.

Por fim, concluo que os médicos e demais profissionais de saúde na atualidade, precisam enfrentar grandes desafios que vão além do lado científico. Assim, tanto aqueles que já ingressaram na área como aqueles que pretendem seguir por este caminho, precisam de muita determinação, força de vontade e estarem sempre abertos ao novo. Essa é a combinação perfeita para ter especialistas cada vez mais qualificados.

*André Brandão é Fundador e CEO da Medictalks, plataforma digital de acesso gratuito com conteúdos feitos por médicos, para médicos, onde profissionais de todo o país compartilham experiências reais de vida e conhecimento científico relevante e atualizado.