Doenças comuns como catarata, glaucoma e miopia podem levar à cegueira se não tratadas precocemente

Celebrado em 10 de julho, o Dia Mundial da Saúde Ocular possui o objetivo de conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico e da prevenção das doenças oculares. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 2 bilhões de pessoas no mundo inteiro têm a visão prejudicada, mas cerca de 60% dos casos poderiam ser evitados se contassem com um diagnóstico precoce.
Entre as doenças oculares mais comuns estão: o glaucoma, que afeta entre 1% e 2% da população mundial com mais de 40 anos de idade; a catarata, diagnosticada em mais de 20 milhões de pessoas em todo o mundo; e a miopia, que é esperada de acometer 40% da população global até 2030.
“É fundamental investir nos cuidados com a saúde ocular. Visitar regularmente um médico oftalmologista para a realização de exames preventivos, adotar alguns hábitos diários, além de proteger os olhos da exposição à luz solar são algumas das recomendações”, afirma o médico oftalmologista e consultor da HOYA Vision Care, Dr. Celso Cunha.
Adicionalmente, é necessário seguir alguns cuidados de proteção, que vão desde a higienização correta da área ao redor dos olhos uma vez ao dia, como pálpebras, cílios e cantos, para remover impurezas, produtos de beleza e maquiagem, além da realização de pausas repetidas e piscar com mais frequência para lubrificar as córneas, evitando o ressecamento.
O diagnóstico precoce é imprescindível para a detecção de problemas antes de serem irreversíveis, sendo possível aplicar o tratamento adequado e mais eficaz em cada caso. “O acompanhamento com um oftalmologista deve ser realizado todos os anos, independente de usar óculos ou não. Além disso, também é importante ressaltar que o uso de colírios sem orientação médica deve ser eliminado”, explica.
Dependendo do grau de evolução, se não tratadas, as doenças podem levar até a perda de visão. De acordo com dados da OMS, 75% dos casos de cegueira poderiam ser evitados se acompanhados por um profissional. “A cegueira é responsável por causar uma qualidade de vida ruim, incluindo impactos na capacidade laborativa e na necessidade de cuidados dos deficientes, assim como consequências econômicas, que vão muito além dos custos médicos relacionados a tratamentos”.
Pessoas que possuem casos de cegueira, glaucoma ou catarata na família devem realizar exames preventivos como teste de refração, exame do fundo de olho e com lâmpada de fenda para eliminar possíveis suspeitas. O especialista reforça ainda que é indispensável a utilização de protetor ocular sempre que necessário, bem como óculos ou lentes de contato de boa qualidade e prescritas por um profissional médico e outras práticas que auxiliam a manter a saúde em dia, como praticar exercícios físicos e manter uma alimentação adequada.

Sobre a HOYA

A Hoya Vision Care é uma empresa japonesa que produz lentes para óculos de alta tecnologia desenvolvidas para correção de problemas da visão, como miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia. Em seu portfólio estão produtos ópticos, incluindo filtros fotocromáticos e lentes de óculos, como a MiYOSMART, única lente pautada em seis anos de estudos e que reduz em até 60% a progressão da miopia infantil. A lente conta com a pioneira D.I.M.S. technology, tecnologia patenteada pela HOYA e desenvolvida em colaboração com a Universidade Politécnica de Hong Kong, que corrige o defeito visual em toda a sua superfície e possui uma área de tratamento em forma de anel para diminuir e até frear a progressão da miopia. Saiba mais em Link.

Informações à Imprensa – FleishmanHillard Brasil

Andressa Aricieri | 11. 99145-6092 | andressa.aricieri@fleishman.com.br

Renata Pacheco Jordão | 21. 99466-4316 | renata.jordao@fleishman.com.br