Evento acontecerá no dia 6 de outubro, às 19h30, e será transmitido pela plataforma de streaming voltada à saúde, eduprimebrasil 

Psoríase Brasil, associação nacional de pacientes com doença psoriásica, realiza o II Fórum Internacional de Psoríase, no dia 6 de outubro, às 19h30, cujo tema abordado será A Face Oculta da Psoríase e seu Impacto no Bem-Estar. O evento online é gratuito e será transmitido pela plataforma de streaming, eduprimebrasil. Para se inscrever basta acessar a plataforma do Fórum – https://psoriasebrasil.org.br/2fip/. Lá já estão disponibilizadas informações sobre cada um dos 11 convidados, entre médicos e pacientes.

Esta edição irá reunir médicos dermatologistas (Dra. Clarissa Prati; Dr. Dimitri Luz; Dr. Leandro Leite e Dra. Paula D’elia), o reumatologista, Dr. Thiago Willers, a psicóloga, Dra. Hericka Zogbi e pacientes, que irão tratar de questões como a jornada do paciente, a importância do diagnóstico precoce, dos cuidados com a forma física e mental e como buscar o melhor tratamento, além dos hábitos que auxiliem o bem-estar de quem tem psoríase. Médicos e pacientes também irão trazer a experiência de outros países no tratamento da doença e haverá a participação da presidente da Associação da Argentina de Psoríase, Silvia Fernandez Barrio e da presidente da Psoríase Brasil, Gládis Lima.

Sem fins lucrativos e fundada em 2000, a Psoríase Brasil – Associação Brasileira de Psoríase, Artrite Psoriásica e de outras Doenças Crônicas de Pele – tem como objetivo lutar pelos direitos dos pacientes ao acesso a políticas públicas de saúde, disseminar informações relativas à doença psoriásica e a outras doenças crônicas de pele e diminuir o preconceito. As ações da Psoríase Brasil visam buscar o acesso universal ao diagnóstico e ao tratamento às doenças, seja no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) ou pelos planos privados de saúde (ANS).

A Associação se baseia no Relatório Global da Psoríase da Organização Mundial da Saúde (OMS), publicado em 2014, e do qual o Brasil é signatário, para guiar suas atividades focadas aos pacientes com psoríase. Desde 2020 o trabalho foi ampliado e incorporou-se à causa da psoríase novas doenças crônicas de pele, como urticária crônica espontânea, dermatite atópica, hidradenite supurativa e vitiligo.

A Psoríase é uma doença inflamatória, sistêmica, crônica e autoimune, que causa placas avermelhadas espessas na pele, cobertas por escamas esbranquiçadas ou prateadas. Essas lesões podem apresentar coceira, dor, queimação e descamação. Inchaços e rigidez nas articulações podem ocorrer. A doença não é contagiosa e afeta muito a qualidade de vida dos pacientes, indo muito além da questão estética da pele.

A sua causa é genética, ocorrendo um desequilíbrio imunobiológico, mas fatores ambientais e o stress podem ser importantes agravadores. A psoríase se manifesta, na maior parte dos indivíduos, entre os 20 e 40 anos. Porém, em 15% dos casos aparece durante a infância. Ela tem gravidade variável, podendo apresentar desde formas leves e facilmente tratáveis até casos muito extensos, que levam à incapacidade física, acometendo também as articulações além de poder desencadear demais comorbidades.

Serviço

O quê: II Fórum Internacional de Psoríase – A Face Oculta da Psoríase e seu Impacto no Bem-Estar

Quando: 06/10 – quinta-feira

Horário: 19h30

Inscrições gratuitas: https://psoriasebrasil.org.br/2fip/